VOLTAR

 

ANTONIA DIAS LEITE, 1980, Rio de Janeiro, vive e trabalha entre o Rio e Nova York.

Antonia Dias Leite é uma artista que trabalha em vídeo, fotografia e instalação. Ela estudou Ciências Sociais e Filosofia na PUC-Rio no final dos anos 90, mudando-se para Nova York em 2001, onde ela se formou pela Parsons School of Design e trabalhou como diretora de arte em um estúdio de design com sede em NY. Em 2009 recebeu seu mestrado em fotografia e vídeo pela School of Visual Arts com Vik Muniz como seu orientador de tese. Antonia expôs em instituições internacionais tais como: Bienal de Pequim, Stephan Stoyanov Gallery (Nova York), Festival Videoformes (Clermont-Ferrand), Grimmuseum (Berlim), Festival Arte in Sarpi (Milão), Galeria Leme (São Paulo) e Centro Cultural Banco do Brasil (Rio de Janeiro). Em 2012 ela foi indicada ao Prêmio Pipa, um prêmio oferecido pelo Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM-Rio) e do Instituto IP (Rio de Janeiro). Em 2014 esteve em residência na Residency Unlimited (NY) por três meses. Seu trabalho foi publicado na Vogue Italia, HL Magazine (UK), Santa Fine Art (Brasil) e The New York Times, onde Roberta Smith o chamou de "hipnotizante".


O subconsciente humano é a principal força motriz por trás do meu trabalho. Encontrando inspiração em mecanismos de sonho e outros processos que não estão sob o controle da mente consciente, meu trabalho envolve o espaço em que a vasta psique humana encontra confronto com o caos violento da existência material. Em cenários instáveis que remetem à tradição dos filmes surrealistas, a estrutura narrativa do trabalho abraça o surgimento de imagens resultantes de associações subconscientes, um processo que permite-me explorar a pluralidade de percepção. Minha prática é muitas vezes marcada por experimentos ópticos, minhas instalações de vídeo são "site-specific" a fim de criar ambientes imerssivos nos quais o espectador pode entrar.